Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

Tia, Tia, Tia!

- Tia, Tia, Tia!

Era assim que me chamavas quando me querias contar ou mostrar o que te prendia a atenção.

- Tia, tia, tia!

Chamaste-me tu mais uma vez naquele dia, apressada em contar algo muito importante para os quase quatro anos que tinhas na altura.

- Sobrinha, sobrinha, sobrinha!

Respondi pela primeira vez, os olhos abertos de alegria como os teus.

A tua gargalhada saiu num abraço de pontos de interrogação e de exclamação, e a confusão feliz dos teus olhos ficou pintada na minha memória. Que pena eu não saber pintar aguarelas como tu!

 

Nunca soube o que me querias dizer naquele momento, tão espantada ficaste com a resposta.

Mas não faz mal, tenho a certeza de que me contaste mais tarde.