Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

A Sobrinha cabeleireira

Há uns meses, num fim-de-semana já deste ano:

- Tia, tu já tiveste cabelo comprido!

- Pois já, Sobrinha, quando era da idade da tua Mana.

- És tu e a Mamã naquela foto no quarto da Avó, pois és? Mas a Avó diz que era muito comprido! E cortaste porquê? Não gostavas?

- Não, não gostava nada...

- Porquê? Fazia-te calor?

- Fazia. E...

- Dava trabalho a pentear?

- Exactamente. E eu não podia andar à vontade, o cabelo enleava-se em todo o lado...

- E não o apanhavas porquê? Tu apanhas sempre o meu!

- Apanhava, pois! Mas andava sempre a abanar como a cauda de um pónei, era uma chatice.

- Oh, Tia, mas eu gostava de te ver com o cabelo comprido...

- Então chega aqui ao espelho e  empresta-me o teu cabelo, para veres como ficaria...

- Não é a mesma coisa, Tia!

- Porque não?

- Porque eu queria que tivesses cabelo comprido para te fazer penteados.

21 comentários

[acho que...]