Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

As meninas são todas princesas

Terias cerca de 3 anos.

Sentadas num sofá da sala, explicavas-me a conclusão a que tinham chegado na creche:

- Tia, todas as meninas têm cabelo comprido.

- Na tua sala todas as meninas têm cabelo comprido?

- Não tia, as meninas todas, todas, todas. E somos princesas. Eu sou a Cinderela!

- Ah, na tua sala cada menina é uma princesa...

- Não, tia! As meninas têm cabelo comprido. E são princesas e eu sou a Cinderela.

- Ah, pronto, acho que percebi. Mas, espera... a tia não é menina?

- És.

- E olha bem o meu cabelo... é curto.

- Pois... mas não é curto como o dos meninos, tia!

- Mas já o usei curto como o dos meninos... e sou menina.

E tu, atrapalhada, pensaste melhor e disseste:

- Mas isso não conta, porque agora não é curto como o dos meninos!

- Pois não. Certo! Então, sou menina mas não posso ser princesa, é isso?

- Porque não podes, tia?

- As princesas não têm todas o cabelo comprido?

- Têm....

- Já vimos que o meu não é curtinho. Mas também não é comprido, por isso não posso ser princesa...

Fizeste uma cara tristonha. Olhaste melhor para mim, quase saltaste para o chão e correste ao quarto.

Quando voltaste, trepaste ao sofá e, tirando a mãozita das costas, colocaste-me na cabeça uma bandolete vermelha com lacinho.

Sorridente, disseste majestosa:

- Pronto, tia, agora és mesmo, mesmo, mesmo como a Branca de Neve!

6 comentários

[acho que...]