Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

Banda Desenhada, pela Sobrinha

Numa tarde das férias da Páscoa dos teus muito recentes 7 anos, descansava na cama e tu muito entretida a desenhar numa das mesas do quarto. Podias passar horas com um papel e um lápis!, e assim não era difícil ter-te por perto, mesmo estando doente.

A espaços falava contigo, mas estavas mergulhada no papel e mal me respondias.

Quando deixámos de ouvir a chuva, espreitaste a Mata que te chamava da janela do quarto e disse-te que fosses passear, que o baloiço também tinha saudades tuas. Sorriste, e disseste que não demoravas.

Quando te levantaste, um dos papelitos esvoaçou para perto da cama e vi que o teu desenho era, afinal, um conjunto de desenhos metidos na metade da metade de uma folha.

Este:

BD Sobrinha.jpeg

 

Pedi-te para explicares o desenho, e tu explicaste muito bem explicadinho:

- Então, tia, aqui no quadradinho 1 é uma lagarta a trepar à árvore, está a vê-la pendurada, tia?

No quadradinho 2, já fez o casulo, vês, tia, olha aqui, parece um ovo...

No quadradinho 3  já passou muito tempo e a lagarta transformou-se numa bonita borboleta, cheia de pós brilhantes, e anda a voar de flor em flor, vês, tia, olha os pozinhos a brilhar ao sol...

- E o que se passa no quadradinho 4, sobrinha?

- É o Pepe [cão], que vê a borboleta a passar e como gosta dos pozinhos brilhantes começa a saltar porque quer ser amigo dela.

8 comentários

[acho que...]