Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

Como a Tia se engana...

Quando estás comigo, apanho-te o cabelo num rabo-de-cavalo. Poucas vezes te dei a escolher, dizendo-te sempre que "meninas traquinas usam cabelo curto ou apanhado para brincarem descansadas". Nunca recusaste, e é quase um hábito mal chegas a casa da Avó ou à minha.

Antes do Carnaval, fui passar uns dias contigo. Em casa não costumas apanhar o cabelo, e fiquei muito espantada quando, no domingo à noite, me perguntaste se no dia seguinte te poderia pentear.

Disse que sim, claro, tinhas ginástica e pensei ser esse um mimo, uma forma de estares comigo um bocadinho antes de ires para a escola.

Às 7 horas e 40 minutos estavas à porta do meu quarto com a escova e um elástico.

 

Nesse dia fiquei acordada até muito, muito tarde... e 2 horas depois acordaste-me para te apanhar o cabelo.

- Claro, Querida! Mas não sabia que hoje também tinhas ginástica.

- Não tenho, Tia.

- Ah, pensei... 

 

Resolveste que todos os dias te apanharia o cabelo, e assim foi. E eu sem perceber o porquê da mudança, até me explicares que eu te fazia um "rabo-de-cavalo que se via no alto da cabeça".

Na quarta-feira à noite despedi-me de ti pois, embora te fosse levar à escola, não teríamos tempo para grandes despedidas no dia seguinte. Ficaste muito triste.

- Oh, Tia, não podes ficar até sábado?

-Não, Sobrinha, tenho reuniões marcadas.

- Oh Tia, e não podes ir embora só na sexta de manhã?

- Não, Sobrinha, não posso.

- Oh, Tia, mas sexta-feira é o Carnaval e eu vou vestir-me de Super-Mulher...

Estavas triste, a Tia tantos dias contigo e ia embora na véspera do dia mais importante da semana. Sem sequer te ver mascarada...

- Oh, Sobrinha, também tenho pena de não te ver! Mas o Pai e a Mãe tiram fotografias e mandam-me, está bem?

- Pois, está bem, Tia... mas quem é que me vai fazer o rabo-de-cavalo?! E logo na sexta-feira, em que queria estar mais bonita!

11 comentários

[acho que...]