Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

Ser ou não ser Rosa

Andavas naquela fase terrível dos 2 anos, em que a cor mais linda do mundo era o cor-de-rosa.

E começaste a aprender os nomes completos dos membros da família...

- A mãe é Rosa, a tia é Rosa, a avó é Rosa, o avó é Roso...

- Não, filha, o avó é Rosa.

- Não, não, mãe, as meninas são Rosa, o avô não é menina por isso é Roso!

E a tua mãe aflita, sem saber como explicar...

- Oh, sobrinha, pois, tens razão, mas foi o nome que deram ao avô...

E tu:

- Mas é Roso. E são todas Rosa menos eu, e eu quero ser Rosa e o pai Roso!

- Ai, filha, o que eu fui fazer! Desculpa, os pais não sabiam que tu querias ser Rosa...

- Oh, mãe... Rosa! Rosa, mãe! Eu quero ser Rosa, são todos menos eu!

- Pronto, neta, a partir de agora passas a ser a minha Rosinha...

- Posso, avó? Posso ser Rosinha?

- Podes, neta, a partir de agora chamo-te Rosinha!

- Pai, pai! Eu já sou Rosinha, pois sou, avó?

5 comentários

[acho que...]