Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tia! Tia! Tia!

As tias têm voz. E histórias.

Subtileza

Terias 3, 4 anos. Estávamos sentadas no sofá, preparadas para ver os minutos diários de desenhos ainmados.

Quiseste-te deitar, cabeça no meu colo, pés no braço do sofá, mantinha a tapar - não que estivesse frio, mas fazia parte do ritual. Ainda faz.

Deitaste-te, ergueste-te, encostaste a mãozita à minha barriga, e com um sorriso luminoso de olhos grandes disseste:

- Tia, a tua barriguinha está fofinha, pois está?

E, feliz, deitaste-te novamente!

10 comentários

[acho que...]